NOTÍCIA

Coopershow registra mais de 10,3 mil pessoas na sua 13ª edição

     A edição deu ênfase na força do trabalho no campo e comemorou os 60 anos da Coopermota
     Terminou na sexta-feira, dia 25, a 13ª edição da Coopershow, realizada pela Coopermota no seu Campo de Difusão de Tecnologia, em Cândido Mota. Conforme controle da Comissão Organizadora foram registradas aproximadamente 10.300 pessoas, entre expositores, trabalhadores e público visitante. A participação do público agradou a organização, a qual contabiliza um número recorde em relação às edições anteriores.
     Os cadastros de visitantes registraram pessoas vindas de Piracicaba, Bernardino de Campos, Jaboticabal, Londrina, Itambaracá, Santa Mariana, Americana, Pirapozinho e de outras cidades onde estão situadas as unidades da Coopermota. Além dos visitantes que se deslocaram até o evento de maneira individual, pelo menos 15 caravanas se dirigiram ao recinto da Coopershow, com produtores e representantes de autoridades municipais.
    Entre os expositores estiveram empresas de agroquímicos, sementes, máquinas, implementos agrícolas, faculdades, empresas de tecnologia agrícola, ferramentas, pneus, produtos direcionados à pós colheita, institutos de pesquisa estaduais e nacional, além de parceiros institucionais da cooperativa.
       A Coopershow deste ano foi o primeiro evento incluído entre as atividades comemorativas do aniversário da cooperativa. No dia 17 de maio de 2019 a Coopermota completa 60 anos de atuação no Vale Paranapanema. Esta abrangência, que foi iniciada entre as cidades de Cândido Mota, Palmital e Ipaussu, já se estende para demais regiões do estado como o Sudoeste Paulista, Pontal do Paranapanema, Alta Paulista e agora também no norte do Paraná. Na ocasião, a diretoria e autoridades como o presidente do Consórcio Intermunicipal do Vale Paranapanema (Civap), Eduardo Sotana, presidentes de Câmaras Municipais e o presidente da Ocesp/SP, Edivaldo Del Grande, destacaram a importância da cooperativa para o desenvolvimento das comunidades como um todo.
      De acordo com o presidente da Coopermota, Edson Valmir Fadel, os resultados da Coopershow foram muito positivos, tanto pela sua avaliação pessoal quanto pelos elogios que recebeu de visitantes e expositores. “Quem esteve na Coopershow com certeza levou para casa um pouco mais de conhecimento sobre tecnologias agrícolas, seja nas exposições de campo ou no contato com palestrantes no Auditório Coopershow. A gente percebe que o público realmente estava interessado diante da quantidade de questionamentos apresentados aos palestrantes”, afirma. Destaca que cada produtor visitante levou para casa as informações que estavam direcionadas à sua preocupação.
      Quanto aos 60 anos comemorados pela cooperativa, Fadel enfatiza a sua satisfação em fazer parte deste momento da Coopermota. “Uma série de iniciativas que impulsionam o desenvolvimento da cooperativa vem sendo implantada. Nos sentimos orgulhosos de sermos parte de tudo isso”, diz.
 
Diferentes abordagens
       Uma dezena de palestras foram oferecidas aos visitantes da 13ª Coopershow, com a participação de diferentes especialistas nos temas que envolveram o manejo de ervas daninhas, percevejos e nematoides, estes com pesquisadores da Embrapa, além de técnicas de enfrentamento ao veranico, mecanismos de irrigação em diferentes sistemas, alternativas de transformação da energia solar, entre outros.
Durante a Coopershow foi lançado o primeiro aplicativo do evento. Conforme dados da Comissão Organizadora, esta tecnologia também servirá para manter o contato com o cooperado nos próximos meses, com a divulgação de eventos e notícias relacionadas com a Coopermota. Como incentivo à adesão ao aplicativo, uma série de prêmios foram sorteados na rádio O Campo Coopershow.